Sem muita badalação, começa a ganhar contorno um novo – e forte – investimento espanhol no Estado. Com mais de 30 anos de atividade, o grupo de construção Ramón Salvador fincou bases por aqui, onde tem planos bem definidos para os próximos anos.

Sem nenhuma obra ainda, já investiu R$ 30 milhões na aquisição de terrenos que servirão para os projetos ligados ao Minha Casa, Minha Vida, hotéis, centros comerciais, além da possível participação na licitação dos estacionamentos subterrâneos que a prefeitura da Capital fará ainda este ano e da revitalização do Centro.

André Cardoso Vasques, da Xavier Vasques Advogados Associados, administrador do grupo no país, explica que a opção pela Capital, onde já foram abertas seis empresas, tem relação com o bom momento vivido pelo Brasil em contraste com a crise na Espanha.

Uma dessas oportunidades que “encantam” os espanhóis é o programa habitacional para baixa renda. A ideia é construir mil unidades habitacionais por ano. Em Novo Hamburgo, uma área para 4 mil imóveis foi comprada.

Quando as obras começarem, Vasques calcula que 800 empregos serão criados, mas, em cinco anos, a geração de negócios significará 10 mil vagas. Ramón Salvador, presidente do grupo, já participou de reunião com o governador Tarso Genro e, na próxima semana, terá encontro com o prefeito José Fortunati, quando explicará seus planos de expansão. E, ao contrário das visitas que as autoridades normalmente recebem, não pedirá um R$ 1 de indentivo.

Fonte: Jornal Zero Hora, edição de 29/04/2011 – pág. 26